NFP-Brasil
Seja bem-vindo(a) ao NFP-Brasil! Por favor logar-se!

Você ainda não tem uma conta no NFP-Brasil? Para se cadastrar basta clicar no botao 'Registrar-se'. Após a insercao de seus dados um e-mail lhe será enviado para a ativacao da sua conta!

Team NFP-Brasil

Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Patyta em Sex Jun 19, 2009 9:17 pm

Sintomas da gravidez que nunca devem ser ignorados
Escrito para o BabyCenter Brasil
Aprovado pelo Conselho Médico do BabyCenter Brasil


Por mais que você leia sobre gravidez ou converse com outras mães, às vezes é difícil saber se o que você está sentindo é normal ou não. Veja abaixo uma lista de sintomas que nunca devem passar em branco. Se você sentir um deles, não hesite em procurar o médico.



Você sabe que tem algo errado


Se você não tem certeza sobre algum sintoma, se está se sentindo estranha ou inquieta, confie nos seus instintos e ligue para o médico. Se houver algum problema, você receberá ajuda. Se não houver nada de errado, você ficará mais calma. Os médicos estão acostumados a esse tipo de situação, e não devem se incomodar em tranquilizá-la. Seu corpo está mudando tão rápido que às vezes é difícil saber se o que você está sentindo é "normal".



Dor forte na parte superior ou no meio da barriga, com ou sem náusea


Esse sintoma pode indicar má-digestão, gastroenterite causada por vírus ou pré-eclâmpsia -- um problema grave que precisa ser avaliado rápido.



Febre


Se sua temperatura está acima de 37,5ºC e você não tem sintomas de gripe ou resfriado, ligue para o médico no mesmo dia.

Se a febre passar de 39ºC, procure o médico imediatamente. Você provavelmente está com uma infecção. O médico pode prescrever antibióticos ou repouso. A manutenção da temperatura a níveis elevados por muito tempo pode ser prejudicial para o bebê.




Problemas de visão que durem mais de duas horas


Visão dupla, visão embaçada, pontos brilhantes ou luzes -- esses sintomas podem indicar pré-eclâmpsia.




Inchaço nas mãos, no rosto e nos olhos


Se o inchaço estiver acompanhado de dor de cabeça ou problemas de visão, pode ser sinal de pré-eclâmpsia.




Dor de cabeça forte que dure mais de duas horas


Se você estiver com problemas de visão e inchaço nas mãos, nos olhos e no rosto, pode estar com pré-eclâmpsia.



Ganho rápido de peso de mais de 1 quilo, com inchaço, dor de cabeça e perturbações visuais.


O ganho de peso repentino, sem relação com a alimentação, também pode ser um sinal de pré-eclâmpsia, especialmente se acompanhado de inchaço nas mãos e nos pés, dor de cabeça ou perturbações visuais.




Sangramento vaginal, leve ou intenso


Leves sangramentos, sem dor, podem ser um sinal normal da implantação, quando o embrião vai se aninhando no útero, no comecinho da gravidez. Mas você deve procurar o médico mesmo assim, porque o sangramento pode indicar um aborto espontâneo, uma gravidez ectópica ou um problema chamado placenta prévia, que pode causar hemorragia.

O sangramento mais intenso, principalmente se acompanhado de dor nas costas ou dor abdominal, pode estar ligado a uma ameaça de aborto ou ao próprio aborto espontâneo. Nos estágios mais avançados da gravidez, o sangramento pode indicar problemas com a placenta ou trabalho de parto prematuro (antes das 37 semanas).

A perda de líquido pela vagina antes das 37 semanas de gravidez significa que sua bolsa estourou antes do tempo. O médico pode preferir que você seja internada, para evitar uma infecção. Se o líquido começar a sair depois das 37 semanas, você deve estar prestes a entrar em trabalho de parto, por isso deve ligar para o médico ou para a maternidade para saber quando ir para lá.



Aumento súbito na sede e diminuição na urina


Esses sintomas podem ser sinal de desidratação ou de diabete gestacional, um problema que pode ser perigoso para a mãe e para o bebê.



Dor ou queimação na hora de fazer xixi, com febre, calafrios e dor nas costas

Esses sinais podem indicar uma infecção no trato urinário, que tem de ser tratada com antibióticos.



Vômitos severos


Vomitar mais que uma ou duas vezes por dia pode deixar você desidratada e fraca, mas não vai prejudicar o bebê. Você precisará conversar com o médico. Se você começar a vomitar de repente e estiver com febre, pode estar com alguma infecção.



Desmaio e tontura


Pode ser sinal de que você não se alimentou bem naquele dia, mas também pode significar que você está com a pressão baixa.

Muitas mulheres sentem vertigem durante a gravidez. Se você desmaiar, fale com o médico para que outras causas sejam descartadas.




Dor forte, por exemplo no baixo ventre, ou dos lados


Pode ser que você só tenha distendido um ligamento, mas também pode ser sinal de gravidez ectópica, aborto espontâneo, trabalho de parto prematuro, mioma ou descolamento de placenta, por isso é importante falar com o médico.




Ausência ou forte redução nos movimentos do bebê depois da 22a semana


Se você não tiver sentido o bebê em 24 horas, ele pode estar em sofrimento, portanto procure o médico. (Leia mais sobre os movimentos do seu bebê, incluindo explicações sobre quando procurar ajuda.)



Coceira no corpo todo no final da gravidez, urina escura e fezes claras


Esses sintomas podem indicar hepatite ou outro problema no fígado, como a colestase obstétrica. Um pouco de coceira é normal, porque a pele está se esticando para acomodar o bebê, mas é melhor verificar.



Você caiu ou levou uma pancada na barriga


Quedas nem sempre são perigosas, mas fale com o médico no mesmo dia e explique o que aconteceu. Se você escorregou na escada e bateu o cóccix, provavelmente não tem com o que se preocupar; o bebê está protegido pelo útero e pelo líquido amniótico. Em casos raros, porém, pode haver complicações. Se você sentir contrações, perda de líquido ou sangramento, ligue para o médico na hora ou vá para o pronto-socorro mais próximo.

Patyta
Participo com frequencia

Número de Mensagens: 350
Idade: 35
Localização: Niterói/RJ
Data de inscrição: 02/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por rozinha em Sex Jun 19, 2009 5:34 pm

@Patyta: a pré-eclampsia pode ocorrer em qualquer estágio da gravidez ou somente no último trimestre?

_________________
Dindinha do Heitor...
Mamãe de um menino lindo de 8 anos! Feliz!!!

rozinha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens: 8104
Idade: 44
Localização: Brasil
Data de inscrição: 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Patyta em Sex Jun 19, 2009 5:40 pm

rozinha, na grande maioria dos casos ocorre a partir da 20 semana... vou pesquisar mais e te falo... mas durante a gestação é importante medir sempre pressão para verificar se há alteração...

Patyta
Participo com frequencia

Número de Mensagens: 350
Idade: 35
Localização: Niterói/RJ
Data de inscrição: 02/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Patyta em Sex Jun 19, 2009 5:43 pm

GESTAÇÃO E HIPERTENSÃO

Sinônimos:

hipertensão na gestação, pré-eclâmpsia, toxemia gravídica, pressão alta da gestação, eclâmpsia, hipertensão crônica associada à gestação.

O que é hipertensão na gestação?

Sempre que houver pressão alta (níveis de pressão maiores que 140/90) em gestantes. A hipertensão induzida pela gestação refere-se ao aparecimento da hipertensão em conseqüência da gestação, ocorrendo após as 20 semanas de gestação e desaparecendo até 6 semanas após o parto.

Como se faz o diagnóstico?

Através da pressão arterial diastólica (mínima) igual ou superior a 90 mmHg ou o aumento da pressão arterial acima de 15 mmHg do valor medido antes de 20 semanas de gestação.

Quando a hipertensão na gravidez estiver associada a perda de proteínas pela urina (proteinúria), teremos um quadro chamado PRÉ -ECLÂMPSIA ou TOXEMIA GRAVÍDICA.

O conceito de PRÉ -ECLÂMPSIA ou TOXEMIA GRAVÍDICA é o aparecimento de hipertensão arterial acompanhada de proteinúria em gestação acima de 20 semanas, podendo haver ou não edema (inchaço) nas pernas, rosto e mãos.

Hipertensão é o aumento dos níveis tensionais acima de 140 x 90 mmHg. A pressão arterial deve ser medida com a paciente sentada e confirmada após período de repouso em 3 medidas.

Proteinúria significativa é aquela com valores iguais ou maiores a 300 mg de proteína na urina coletada durante 24 horas.

O diagnóstico é clínico e laboratorial: medida da pressão arterial, pesquisa de edema (inchaço) e dosagem de proteínas na urina.

"A MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL É UMA DAS INTERVENÇÕES MAIS IMPORTANTES DURANTE O PRÉ-NATAL"

A pré-eclâmpsia pode ser grave se houver algum dos achados abaixo:
pressão arterial diastólica igual ou maior que 110mmHg
presença de mais 2,0 g de proteínas na urina de 24 horas
diurese (volume de urina) inferior a 500 ml/dia ou 15 ml/hora;
níveis séricos de creatinina maiores que 1,2 mg/dl
dor de cabeça importante, vômitos e visualização de escotomas (estrelinhas)
sinais de falência cardíaca (falta de ar, cansaço, aumento do número de batimentos cardíacos)
dor abdominal, principalmente sobre a região do fígado
diminuição do número de plaquetas no sangue e distúrbio dos fatores responsáveis pela coagulação
aumento de enzimas hepáticas
presença de líquido amniótico em quantidade diminuída e feto pequeno para a idade gestacional (menor do que o esperado).


Fatores de risco para mulher apresentar pré-eclâmpsia:
primeira gravidez
história de familiares com pré-eclâmpsia ou eclâmpsia
ter apresentado pré-eclâmpsia em gestação anterior
ser a gestação gemelar
ter hipertensão arterial crônica, nefropatia, lupus ou diabetes
gestação com parceiro diferente


O que é ECLÂMPSIA?

Eclâmpsia é o aparecimento de convulsões que não podem ser atribuídas a outras causas (como derrame cerebral ou intoxicação por drogas) em pacientes com quadro de pré-eclâmpsia. Pacientes com pré-eclâmpsia podem evoluir para eclâmpsia.

Como se trata?

No manejo destas pacientes leva-se em consideração a idade gestacional (tempo de gestação) e a gravidade da pré-eclâmpsia (leve, grave ou eclâmpsia) para que se escolha a conduta mais adequada. O tratamento definitivo é a interrupção da gestação, entretanto algumas vezes é possível aguardarmos o amadurecimento do feto para realizar o parto.
Pré-eclâmpsia leve com feto a termo:
interrupção da gestação e indução do parto, se possível
Pré-eclâmpsia leve com feto prematuro:
repouso, controle de pressão arterial, avaliação fetal e exames seriados visando identificação da piora do quadro
Pré-eclâmpsia grave com feto a termo:
equilibrar condições maternas, se necessário e após interromper a gestação
Pré-eclâmpsia grave com feto prematuro:
avaliação materna e do bem estar fetal seriada, uso de corticosteróides para ajudar o amadurecimento do pulmão fetal e interromper a gestação
Eclâmpsia com feto a termo ou pré-termo:
A conduta na eclâmpsia visa inicialmente tratar as convulsões e os distúrbios metabólicos maternos e logo após a gestação deve ser interrompida.


Nos países desenvolvidos a doença hipertensiva da gestação é a principal causa de mortalidade materna.

O que é Síndrome HELLP?

É uma síndrome (conjunto de sinais e sintomas) que ocorre com o agravamento do quadro de pré-eclâmpsia. HELLP é uma sigla cujo significado é: H: hemólise (fragmentação das células vermelhas do sangue na circulação); EL: alteração das provas de função hepática (elevated liver functions tests) e LP: diminuição do número de plaquetas (células que auxiliam na coagulação) circulantes (low platelets count). Quando uma gestante com pré-eclâmsia apresenta alterações laboratoriais ou clínicas compatíveis com hemólise, alteração das enzimas hepáticas e diminuição das plaquetas está com a SÍNDROME HELLP.

O tratamento da síndrome HELLP é a correção dos distúrbios maternos permitindo que a gestação seja interrompida de forma mais segura possível, independente da idade gestacional. Esta síndrome está associada a um mau desfecho materno e fetal, com complicações maternas graves como edema agudo de pulmão, falência cardíaca, insuficiência renal, CIVD (coagulação intravascular disseminada) com hemorragias importantes, ruptura do fígado e morte materna.

O que é Hipertensão Crônica Associada à Gestação?

A HIPERTENSÃO na gestante é CRÔNICA quando ocorre antes de 20 semanas de gestação, quando já havia sido diagnosticada previamente a gestação e quando a hipertensão não desaparece até 6 semanas após o parto.

A HIPERTENSÃO CRÔNICA pode ser essencial (não se conhece a causa), de origem renal, vascular (coarctação da aorta) e endócrina (doenças da supra-renal).

Durante a gestação os níveis de pressão costumam diminuir. Se a paciente for hipertensa crônica e engravidar seus níveis pressóricos poderão diminuir ou não. É importante conhecer os níveis pressóricos antes da gestação. Este diagnóstico é fácil de ser realizado pelo seu médico.

Pacientes hipertensas devem consultar seu médico para serem avaliadas quanto à gravidade de sua doença e informadas dos problemas que poderão surgir durante a gestação. As hipertensas graves devem estar cientes dos riscos maternos antes da concepção.

Algumas medicações freqüentemente utilizadas por mulheres hipertensas não devem ser utilizadas durante a gestação. Por exemplo, um grupo de anti-hipertensivos chamados inibidores da ECA (enzima conversora de angiotensina) podem levar a alteração da função renal do feto bem como morte fetal. Seu médico deve orientá-la em relação às medicações que podem ser utilizadas para o tratamento da hipertensão na gestação.

"O ACOMPANHAMENTO PRÉ-NATAL SISTEMÁTICO É A MELHOR FORMA DE PREVENÇÃO DE COMPLICAÇÕES MATERNAS E FETAIS EM PACIENTES HIPERTENSAS"

Patyta
Participo com frequencia

Número de Mensagens: 350
Idade: 35
Localização: Niterói/RJ
Data de inscrição: 02/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por rozinha em Sex Jun 19, 2009 6:03 pm

@ Patyta: eu tenho pressão normal: 11x8, 12x8. Na gravidez foi super tranquila, era 10x7, 11x7...

Mas, estou preocupada pq estou muito acima do peso. Não li nada neste seu artigo sobre o peso em relação a pré-eclampsia, mas acho que pode influenciar, sim.

_________________
Dindinha do Heitor...
Mamãe de um menino lindo de 8 anos! Feliz!!!

rozinha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens: 8104
Idade: 44
Localização: Brasil
Data de inscrição: 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Patyta em Sex Jun 19, 2009 6:07 pm

bom, assim que engravidar procure uma nutricionista e converse com ela...ela vai te orientar e planejar uma alimentação que não te prive de nada e que seja saudável... você se sentirá mais segura... ou então faça isso agora, converse com ela e diga que você tá planejando engravidar...
Fica com neura não... relax!

Patyta
Participo com frequencia

Número de Mensagens: 350
Idade: 35
Localização: Niterói/RJ
Data de inscrição: 02/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Clarissa em Sex Jun 26, 2009 2:42 pm

Adorei as informações!!!

Clarissa
Participo com frequencia

Número de Mensagens: 354
Idade: 39
Data de inscrição: 14/04/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Karlam em Qua Jun 08, 2011 3:59 pm

meninas....achei esse tópico quando estava pesquisando sobre pontos brilhantes na visão!!!

às vezes vejo alguns pontos brilhantes, principalmente se abaixo a cabeça, ou levanto rápido.
mas o que me preocupou um pouquinho é que li que se estiver associado a inchaço nas mão entre outros sintomas podem ser sinais de pré-eclampsia!!!e minhas mãos tem inchado bastante, bem mais que meus pés....minhas articulações ficam doloridas e rígidas!!! tenho GO dia 14, vcs acham que devo ligar pra ela, ou posso esperar???

alguém já teve algo parecido????

Karlam
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens: 1054
Idade: 30
Data de inscrição: 13/10/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por rozinha em Qua Jun 08, 2011 4:58 pm

Eu mediria a pressão numa farmácia, e caso ela estivesse elevada, procuraria o GO imediatamente.

_________________
Dindinha do Heitor...
Mamãe de um menino lindo de 8 anos! Feliz!!!

rozinha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens: 8104
Idade: 44
Localização: Brasil
Data de inscrição: 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por quel b em Qua Jun 08, 2011 6:33 pm

Meninas pontos brilhantes podem ser tbm glicose baixa,estou falando sobre isso pq eu não sabia antes de ter diabetes e descobri depois que minha médica me explicou.
eu estava apavorada com as estrelinhas que poderia ser pressão mas minha pressão sempre boa então comentei com ela e ela me explicou que quando cai a licose as estrelinhas parecem e pra quem tem diabetes gestacional é um alerta pra comer um docinho antes que desmaios aconteçam

quel b
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens: 1985
Idade: 31
Localização: porto alegre
Data de inscrição: 18/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sintomas na gravidez que nunca devem ser ignorados

Mensagem por Luana em Sex Jun 10, 2011 3:25 pm

\Karlam eu aconselho a voce ligar para sua medica, eu nao tive pre- eclampsia, mas foi assimq ue descobri a hipertensao na gravidez, no meu caso foi a partir do 6º mes...bjsss

Luana
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens: 2635
Idade: 23
Localização: Jaragua
Data de inscrição: 23/06/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum