NFP-Brasil
Seja bem vindo ao NFP-Brasil!!!

Nosso forum esta no momento de ferias!
Obrigada!

Team NFP-Brasil

Diário da Mamãe Dana :)

Página 22 de 24 Anterior  1 ... 12 ... 21, 22, 23, 24  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por neni em Sex Maio 28, 2010 3:19 pm

Hehehe ela é linda mesmo tem os olhos azuis mais lindos parabéns
novamente Dana que a adaptação de vcs seja maravilhosa bjs mil.

neni
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 3537
Localização : maua
Data de inscrição : 08/05/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Meg em Sex Maio 28, 2010 4:04 pm

Que fofissima! Parabens mais uma vez, querida!
Agora q ja vi a carinha da Nenagh, só falta matar a curiosidade sobre o parto!
bj

Meg
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 741
Idade : 42
Data de inscrição : 07/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por anadenizediniz em Sex Maio 28, 2010 5:17 pm

linda... parabens

anadenizediniz
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 588
Idade : 31
Data de inscrição : 12/05/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Juju em Sex Maio 28, 2010 5:49 pm

@Dana que coisinha mais linda sua filha. Parabéns, nossa tô muito feliz por vc!!! Venha logo nos contar tudo viu! Descansa bastante. Bjão

Juju
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 765
Idade : 31
Localização : Interior de São Paulo
Data de inscrição : 27/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Anninha em Sex Maio 28, 2010 6:10 pm

Ai que linda!!! Adorei os modelitos tb Very Happy
Curiosa pra saber do parto e dpeois cria logo o diário dela. Sei que o tempo agora é ouro, mas a gente aqui vai te cobrar viu? Razz
bjs

Anninha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1110
Idade : 37
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 12/09/2009

Ver perfil do usuário http://anninha-fla.blogspot.com/   e   http://aflavorita.blogspo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Jojoba em Sex Maio 28, 2010 6:31 pm

Parabéns Dana........qta espectativas essa bonequinha nos causou heim...........bjos

Jojoba
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 6126
Idade : 34
Localização : Santa Catarina
Data de inscrição : 25/04/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Maienes em Sab Maio 29, 2010 5:29 am

Mais uma vez parabéns Dana!!!!!!

Que bonequinha linda...e as bochechinhas então...uma graça.

Você me deixou mais curiosa ainda para ler o relato do parto...tô até imaginando como deve ter sido essa madrugada...rsrsrs.

Que Deus abençõe sua familia!!!!!!

Bjinhos!

Maienes
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 255
Idade : 32
Localização : Salvador-Ba
Data de inscrição : 29/11/2009

Ver perfil do usuário http://www.maienes.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Lilly em Dom Maio 30, 2010 5:11 pm

Linda! Linda! Linda!
Parabens!!!!!!!

_________________


Minha afilhadinha chegou!!!!! Que linda!!!!!

Lilly
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1612
Idade : 38
Data de inscrição : 16/06/2009

Ver perfil do usuário http://anapaulaaustralia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Dana em Dom Maio 30, 2010 8:38 pm

Olá meninas!!!! Very Happy

Deixei todas meio curiosas, peço desculpas pelo atraso em contar a história.. heheh.. Passo o dia babando na minha pequena (que dorme feito um anjo!) e acabo perdendo a noção do tempo!

Mas vamos lá, encerrar esse diário da gravidez com o “Grand Finale” para começar logo a contar as peripécias da princesa pra voces! ;D

Será um relato longo, mas necessário! Assim deixo meu testemunho para as gravidinhas que ainda estão em dúvida quanto ao parto, assim como as gravidinhas que estão para chegar! Dividir é sempre válido, né?

Então, lá vai a história do meu parto!

Bom.. Na terça feira, 25/05, eu havia passado pra contar da consulta com a Betina, estava super feliz em saber que as coisas no utero estavam mudando.. Minha insegurança era que estivesse tudo igual e eu acabasse tendo de fazer um parto induzido! Não teria sido o fim do mundo, mas queria muito o “pacotão natural”, pra saber com toda certeza que a Nenagh tinha nascido porque ela achou que era hora! Vocês imaginam então o grau da minha felicidade, quando a Betina confirmou que tudo estava em ponto de bala, esperando somente o sinal químico da pequena dizendo que queria sair!

Eu e o marido ficamos conversando a respeito dessas expectativas (expliquei pra ele sobre o descolamento da bolsa e tudo o mais), fomos pra cama as 11:30 e ficamos batendo papo… Comentei sobre um video que eu havia assistido naquele dia, de uma francesa que teve parto domestico natural.. Ela cantava maravilhosamente toda vez que tinha contracoes, entoava uma nota só da maneira mais linda do mundo.. Fiquei surpresa e imaginei como eu ficaria durane o meu parto.. Ri com o marido, dizendo que ao inves de opera eu cantaria algo tipo “sepultura”… Ficamos imaginando como eu iria liberar a dor das contracoes, já que eu sou super “auto-consciente” e odeio fazer barulho, penso sempre no nível “aceitavel” para os outros e sou bem timida quando acho que vou incomodar.. rsss

Enfim.. Depois de darmos risada, o marido me abraçou e ficamos ali quietinhos, nos preparando para dormir… De repente eu senti algo, como que um barulhinho no pé da barriga.. Um “puff” silencioso.. Dei um pulo e fiquei de pé, corri pro banheiro e assim que me sentei ao vaso uma senhora chuva caiu! Olhei pra baixo, vi o liquido esbranquiçado, senti o cheiro adocicado no ar, abri um sorrisão e corri pro quarto! O marido me olhou preocupado, com os olhos arregalados, perguntando se eu estava bem… Olhei pra ele, abri um sorriso e dei a largada na contagem regressiva daquela noite – “Minha bolsa rompeu!!!”.. Ele se levantou e começou a dançar no quarto.. rssss Eu corri pro celular e mandei uma mensagem pra Betina, era 12:07 e eu não sabia se ria, se ligava pra médica, se pegava a mala do hospital, se voltava pra cama… A expectativa era enorme!
Betina me ligou na mesma hora, pediu que fossemos até o consultório dela para que ela checasse os batimentos da Nenagh e nós pegassemos o sonar, para acompanhar o batimentos em casa, enquanto o TP evoluia… Pedi pro marido me levar até lá, então saímos de casa, as 12:45, com destino ao consultorio na Vila Mariana!

Já no caminho as cólicas começaram, bem leves e espaçadas.. Abri o site do contraction master no celular, e as contracoes vinham como aquela cólicazinha de TPM com intervalos que variavam de 5 a 12 mins…
No consultorio a Betina nos mostrou como monitorar e contar os batimentos da Nenagh. O coracaozinho dela batia tão calmo, eu lembro de me perguntar se ela saberia mesmo que estava prestes a sair daquele mundinho só dela… Eu comentei que já estava tendo contraçoes, a Betina disse para relaxar e ficar tranquila, pois teríamos algum tempo de espera pela frente… Combinamos ir para o Sta Joana na hora “h”, ela havia falado com o Cacá e ele achava a estrutura deles melhor para a Nenagh, então a escolha foi feita. Saímos do consultório as 2 da manha, iámos voltar para casa, monitorar os batimentos da Nenagh e ligaríamos pra Betina de hora em hora, até chegarmos na hora certa de ir para o Sta Joana. (Eu estava super feliz, louca pra voltar pra casa e ficar embaixo do chuveiro morninho acalmando as contrações.. Imaginava que iriamos para o hospital por volta das 5 da manha!)

MAAAAAAAS, como sempre existem imprevistos, na volta pra casa nós nos perdemos.. E feio!.. Rolling Eyes rs
O marido colocava o endereço no GPS e o treco nos levava pra ruas sem saída… A cada nova esquina ficavamos mais sem noção de como voltar pra casa… Enquanto isso eu fui ficando cada vez mais envolta nas contrações, elas iam ficando mais intensas, eu já não conseguia falar enquanto as sentia… Usava a respiracao profunda para ajudar a segurar as pontas, mas de repente parecia que respirar calma e profundamente era impossível, eu sentia necessidade de respirar rápido, e já não conseguia me manter focada, o balanço do carro me fazia querer dar gritos e eu sentia tudo ao mesmo tempo – calor, frio, sede, raiva… Queria bater no meu marido por não me levar pra casa, e ao mesmo tempo queria ir para o hospital pois tentava me imaginar percorrendo toda aquela distância novamente mais tarde!

Já estávamos por quase 1 hora perdidos, por algum motivo SEMPRE voltando para o mesmo ponto da Rua Vergueiro – coincidentemente bem num ponto onde tinha uma placa de trânsito mostrando a direçao para o Hospital Sta Joana!.. Já nao aguentava de dor, percebi que precisava gritar… Daí em diante eu fiz o que achei que teria vergonha de fazer.. rsss.. A cada contração eu enchia os pulmões e gritava.. Gritava do fundo do coração, um grito gutural e uníssono que me lembrava um urso.. De alguma forma subconsciente o grito me aliviava a dor, me ajudava a aguentar uma contracao por vez…

Meu marido dirigia e olhava pra frente concentrado em achar o caminho, e eu via uma sombra de medo nos olhos dele… As contrações aumentavam ainda mais e eu implorava pra ele me levar pra casa, só conseguia ver o chuveiro na minha frente (acho que meu cerebro se agarrou a essa visão como um “placebo”, pensar em estar sob a água me fazia acreditar que a agua morna ia levar toda a dor embora!).. Não conseguiamos ir mais rápido pois a cada contracao eu tinha que gritar para o marido encostar o carro… Com as contracoes mais proximas ficava cada vez mais dificil continuar o caminho… Conseguimos achar o caminho de volta as 3:00 da manhã, e as 3:20 chegamos em casa. Eu lembro que desci do carro, respirei fundo, aguentei uma contraçao em silencio e sai correndo desesperamente, pois sabia que tinha de entrar no apartamento antes da proxima contracao começar… Nao me imaginava subindo escadas no meio de uma delas!

Entrei em casa, corri pro chuveiro, liguei no mais quente e me joguei embaixo, com roupas e tudo o mais! Outra contraçao veio, mas essa veio ainda mais forte e avassaladora.. Eu pensei nos vizinhos, mas não aguentei.. Gritei… Gritei ainda mais alto e mais forte do que gritava no carro… Meu marido entrou no banheiro, veio cronometrar as contracoes.. Ouvi minha mae pedir pra ele me acalmar, dizendo que eu nao precisava gritar tanto pois eram 3 da manha (e nessa hora eu comecei a rir!), meu marido sentou do meu lado e pediu pra que eu avisasse quando as contracoes começassem, nao foi preciso o “aviso” – os gritos falavam por mim! Razz … Vi que ele ficou branco, arregalou os olhos e saiu correndo do banheiro, eu queria saber o que estava errado mas as contracoes estavam impossiveis.. Parecia que era uma atras da outra e eu nao conseguia me comunicar, só conseguia gritar e ficar num certo transe nos intervalos.. Eu caía no sono, chegava a sonhar e me ver no shopping (?!), quando era acordada por outra onda de dor e tinha que gritar de novo… Estava meio confusa, eu já nao lembrava quanto tempo fazia que estava ali, mas me lembrava que “aquilo era só o começo” e ai comecei a me desesperar.. Raciocinei e percebi que ainda tinha horas pela frente, nao sabia se aguentaria sentir uma dor mais intensa do que aquela.. Fiquei com medo, queria a Betina ali do lado me assegurando que eu aguentaria, mas eu ja nao sabia se ia conseguir me levantar do chao e andar ate o carro pra voltar para SP!

Comecei a me perguntar porque eu tinha voltado pra casa, porque nao tinha optado por um parto “comum”, porque eu tinha inventado de fazer aquele “maldito parto” sem anestesia.. rs… O banheiro girava e urrava cada vez mais alto…

De repente, veio uma contracao mais violenta, nao passava… Eu gritava, parava, enchia os pulmões, continuava o grito e a maldita contração não passava… Olhei pra baixo e vi o chao ensopado de sangue, entrei em pânico.. Sabia que o sangue só deveria aparecer na hora do expulsivo, e como eu achava estar com uns 5cms de dilatação (no máximo!) nao deveria ter sangue… Gritei, o marido veio falando ao telefone com alguem, minha mae entrou, olhou o sangue no chao e saiu correndo… Eu tentava falar mas nao conseguia, parecia que tinha me esquecido de como formar frases, tudo que saia de minha boca eram gritos!

De repente entrou uma mulher no banheiro, veio me mandando levantar com um tom brusco, agarrando meus braços e me arrastando, eu só consegui gritar pra que ela me largasse, ela ficava dizendo “Anda senhora, levanta!!!! Para de se fazer de vítimaaa!!!!”… Eu nao tava entendendo nada, olhava pra ela indignada porque ela – obviamente – nao sabia o tamanho da dor que eu estava sentindo…

Minha mae veio tentar ajuda-la a me levantar, eu gritava, enfiaram uma camisola em mim e tiraram as roupas molhadas… Meu marido entrou com outro homem e eles me colocaram numa cadeira de rodas, alguém colocou um telefone no meu ouvido e eu ouvia a Betina falando baixinho lá longe, dizendo pra eu me acalmar, para ficar em casa.. Eu nao entendia nada do que aquilo signifcava, parecia que as contrações nao paravam mais.. Eu senti uma dor aguda na vagina e quando coloquei a mao senti a cabeça da Nenagh bem perto da saida… Achei que eu tinha feito alguma coisa errada, nao estava entendo nada…

Me colocaram na ambulancia, e eu lembro do porteiro do predio me olhando com olhos gigantescos e muito medo no olhar… A ambulancia saiu correndo, minha mae estava comigo me falando pra ficar calma que tudo estava bem, eu (por algum motivo bizarro) ficava tocando naquele pedacinho de cabelo que eu sentia lá embaixo e me acalmava.. Eu sorria e gritava, pedia que tudo estivesse bem, as dores eram imensas e eu mal conseguia respirar!

Chegamos ao hospital, me correram pra dentro e queriam que eu me levantasse pra trocar de maca mas eu não conseguia, uma medica veio e me mandou calar a boca (literalmente!), ela colocou estribos na cama e me mandou colocar as pernas la em cima.. Ela empurrou a cabeca da Nenagh de volta pra dentro, eu dizia pra ela parar que a cabeça ja havia coroado, ela me disse que eram “normas do hospital” e eu nao entendia o que ela queria dizer com aquilo… Ouvia meu marido gritar alguma coisa de longe e eu lembro que tentava levantar o dorso mas alguem atras de mim me forçava a deitar de novo e me segurava..

Vi meu marido chegar e me mandar ser forte, me disseram pra empurrar e eu empurrei com todas as forças que tinha… Uma, duas, três vezes… Senti a Nenagh passar e me lembro de mentalmente desejar boa sorte pra ela no mundo aqui fora.. Ouvi o chorinho forte e calmo da minha bebê e comecei a procurar por ela, nao enxergava nada pois estava sem meus oculos… Vi a pediatra enfiando tubos pela garganta da Nenagh e as perninhas dela balançando nervosas no ar, eu falava “Não, me dá minha filha” e achava que estava gritando, mas so saiam cochichos.. Estava sem voz por conta dos gritos!

Uma enfermeira sorridente veio do lado e disse “Olha sua menina!” e nao parou por tempo o bastante pra que eu pudesse vê-la, só deu tempo de tocar os dedinhos da mão dela e perceber que ela parou de chorar instantaneamente… Levaram ela embora e ela comecou de novo o choro..

Eu olhava em volta e so via rostos estranhos, meu marido tinha sumido e meu bebe nao estava mais lá.. A medica mal educada me mandou ficar quieta, disse que tinha que tirar a placenta e “me finalizar”, e que eu tinha que colaborar ao menos naquilo.. Eu ja tremia horrores e so pensava na Nenagh… Senti pontadas, tive que ouvir a médica me mandar colaborar umas cinco vezes, ela queria que eu parasse de tremer e eu implorava por um cobertor e agua, mas parecia que ninguem me ouvia..

Depois que a medica saiu uma enfermeira veio e tirou a maca do centro cirurgico, me deixou ali no corredor, ainda tremendo, vestida com a mesma camisola ensanguentada e molhada, sem cobertor e sem responder minhas perguntas.. Eu tentei me levantar e sair atras de um rosto conhecido, senti uma pontada dolorosa e uma enfermeira veio correndo me forçar a ficar na maca… Fiquei ali por um periodo que me pareceu dias, enquanto volta e meia alguem aparecia para me fazer alguma pergunta do tipo “é alérgica a alguma medicaçao?” ou “ja teve algum aborto prévio?”…

Depois de muito tempo uma enfermeira me cobriu com um lençolzinho e disse que a tremedeira era só adrenalina, que passaria.. Eu disse que sabia que era normal por conta do parto, que queria um cobertor decente e queria minha filha, ela sorriu e me deixou sozinha de novo – sem nada…

Eu ouvia as enfermeiras cochichando meu nome, falando que “Era um milagre, imagina só, quase 42 semanas de gravidez!! Que médico era esse que deixou essa mulher chegar nessa altura?”… Outra disse “se nao fosse terem chamado a ambulancia esse bebe nascia em casa, credo em cruz!”….. Eu queria gritar com elas, queria bater em todo mundo.. Nao conseguia nem me levantar, sentia que estava sangrando e queria me limpar.. Me sentia horrivel e só queria sair dali pra ver minha filha…

Muito tempo depois outra enfermeira veio, disse que minha filha havia nascido as 3:58 da manha e que era linda e saudavel, que iam me levar pro quarto e que lá alguem me daria cobertor, agua e roupa limpa…

Me deixaram no quarto sozinha, eu perguntei pelo meu marido e minha mae mas nao sabiam me responder… Eles só me acharam as 6:30 da manha (porque ninguem se deu ao trabalho de avisa-los onde eu estava), e uma enfermeira me disse que nao podiam me levar o bebe porque o berçario ficava fechado até as 7am e depois os bebes so saiam de la com autorizacao do pediatra. Implorei pra enfermeira que me levassem ela, expliquei que nao havia sequer visto o rosto da minha filha ainda, queria amamenta-la, que ela nao tinha nem sentido o cheiro da mae..

Ela disse que ia ver o que podia ser feito, ou seja, nao fez nada. So me trouxeram a Nenagh as 9:40 da manha, e nesse longo tempo eu fiquei esperando por uma enfermeira que iria me ajudar no banho (nao me deixavam levantar da cama) e ninguem veio.. Desisti e me levantei sozinha, tomei banho, pedi que trocassem a roupa de cama e tentei sair do quarto para ir ate o bercario, mas nao tinha forcas e estava sangrando absurdos.. Precisava por algo no estomago mas disseram que so me alimentaria na hora do café da manha, e que essa “hora” era criterio do pessoal da Copa.

Enfim.. As 9:40 me trouxeram a pequena, e eu esqueci de todo o resto… Nao deixei que a levassem do quarto e forcei o alojamento conjunto, mas entrei em panico pois ela nao queria pegar o peito… Ela dormia calminha, mas so consegui começar a amamentar as 5 da tarde, mais de 12 horas depois que ela nasceu…

Resumindo (o que eu fiquei sabendo depois, por minha mãe e pelo marido):

Eu cheguei ao hospital as 3:40 ja completamente dilatada, com a bebe coroada e nascendo! Foi um parto bem “Boadrasta”, como nós poderiamos dizer! Razz Meu trabalho de parto contrariou tudo o que costumam dizer nos livros, de que primíparas ficam em TP por no minimo 6 horas e afins >> tudo para o qual eu havia me preparado! … Meu tempo total, desde o rompimento da bolsa até o parto, foi de 3 horas e 52 minutos!

QUando chegamos em casa voltando do consultorio e o marido cronometrou as contracoes, elas já estavam vindo com intervalos de 1 minuto!

A Betina ainda correu pra Sto Andre pra tentar ir me ajudar no parto, mas ficou perdida na cidade em plena madrugada, nao conseguimos nos falar… Nao deu tempo! Minha peuquena geminianazinha quis ficar além da hora no utero, mas quando o momento de sair chegou ela também nao quis esperar nadinha!

O parto em si foi como eu queria, 100% natural – inclusive sem anestesia local pra episiotomia.. Juro que não senti nada, não senti quando cortaram, só senti na hora em que ela dava os pontos, mas estava preocupada demais em tentar saber da Nenagh… A Episio foi completamente desnecessarea, a Nenagh ja estava coroada e nascendo, a medica a empurrou de volta para fazer o corte (absurdo!)… Perguntei se haviam laceracoes no perineo e ela disse que nao tinha nada alem do corte que ela fez (e ainda disse exatamente dessa forma!)…

O trabalho de parto foi doloroso sim, não vou mentir.. Mas afirmo que se alguém da ambulancia tivesse me dito que eu estava “quase lá” quando vieram me buscar no apartamento eu teria ficado e feito parto domestico, sem medo algum. O ápice da dor era intenso, não haviam pausas entre as contracoes e eu estava numa especie de transe, mas era suportavel, bastavam os gritos para me tirar o foco da dor! Eram ondas enormes, vinham de baixo pra cima na barriga, como cólicas menstruais inimaginaveis.. rs

Não me arrependo em nada da opçao, se engravidar de novo irei com certeza fazer mais um PN, só que dessa vez fico sentada na porta do hospital a partir do 1º minuto de rompimento da bolsa ou chamo uma parteira pra ficar do meu lado! Rsssss

O que me entristeceu foi o hospital terrivel e o tratamento ridiculo deles, o parto foi natural mas nao foi NADA humanizado… E ai voce percebe que essa “coisa de humanismo” faz uma p**a diferença… No que me concerne que não me importo, dei a luz deitada como um peru de natal, parto à moda antiga, tanto faz!! Mas me entristeço quando penso no tratamento que deram a Nenagh… Mas, por outro lado, me conforto no fato de que ela é linda, adorável e hiper saudavel! Não posso reclamar… Mas posso compensá-la com ainda mais amor de mãe! Smile

Bom, pra encerrar (essa pequenina historia.. hihihi), eu deixo meu testemunho de que a dor É SUPORTÁVEL e vale muito a pena! O corpo lida com ela de maneiras estranhas, mas não faltam formas de se auto-proteger... Não me arrependo e não pensaria duas vezes para fazer tudo de novo! Smile


** Vou abrir o diário da Nenagh, para compartilhar nossa experiência juntas agora... Lilix e meninas, se quiserem podem deixar esse diario aberto para o caso de alguém no futuro querer perguntar alguma coisinha! Por mim não há problemas! Smile ***

_________________

Madrinha do Ursinho n.2 da Lilix que por aí vem!Very Happy

Dana
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1797
Idade : 31
Localização : são paulo, sp
Data de inscrição : 02/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Dana em Dom Maio 30, 2010 8:39 pm

Caramba.. Ficou longo mesmo.. rss

Espero que vcs tenham paciencia de le-lo.. hihi

_________________

Madrinha do Ursinho n.2 da Lilix que por aí vem!Very Happy

Dana
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1797
Idade : 31
Localização : são paulo, sp
Data de inscrição : 02/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Claudinha em Dom Maio 30, 2010 10:02 pm

Nossaaaa, Danaaa..valeu a pena esperarr...seu relato ficou ótimooo;..tudo nos mínimos detalhes!!! Poxa, que bom que deu tudo certo no final...o chato foi não ter conseguido fazer o parto com a Dra. Betina...acho que seria tudo mais calmo com ela, né??? Mas o importante meesmo é isso que vc falou no final: a Nenagh é linda, adorável e super saudável!!! Parabééns, mais uma vez, pela pequena e pela coragem!!!! Beijoos!

Claudinha
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 731
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 05/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Maienes em Seg Maio 31, 2010 5:20 am

Amei seu relato
Que madrugada em querida!!!!!!!Realmente a Nenagh tem atitude, quando ela resolveu sair era aquela hora e pronto rsrsrs.
Mas o importante é que apesar do tratamento no hospital, deu tudo certo, e a pequena está ai linda e saudável e você pelo visto pronta pra outra...
Com quantos quilinhos ela nasceu?
Bjinhos de uma gravidinha criando coragem para um parto normal!

Maienes
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 255
Idade : 32
Localização : Salvador-Ba
Data de inscrição : 29/11/2009

Ver perfil do usuário http://www.maienes.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Meg em Seg Maio 31, 2010 6:24 am

Dana, PARABENS, vc foi maravilhosa, corajosa e exemplar! Smile Eu, qdo comecei sentir dores mais fortes, ja optei em ficar no hospital!
Sem comentarios sobre o tal sta joana... credinho!
Muitas felicidades ai com a tua fofa!
abracao
Meg

Meg
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 741
Idade : 42
Data de inscrição : 07/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Claudinha em Seg Maio 31, 2010 7:39 am

Dana, só fiquei com umas dúvidas...na hora que vc tava embaixo do chuveiro, e começou a sangrar...pq vc tava sangrando??? já tava na hora da expulsão????? E pq a Dra. Betina falou para vc ficar em casa?? Ela ia fazer seu parto em casa????
Ah, meu marido falou que vc teve um parto quase igual o da Gisele Bündchen...só que ela teve dentro d'água e eu seu ia ser debaixo d'água...hahahah...olha os homens falando besteira....hahahahah... Beijoo!

Claudinha
Participo com frequencia

Número de Mensagens : 731
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 05/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por fryda em Seg Maio 31, 2010 7:45 am

ahhhhhhhh como é fofa!!!

bjkas

fryda
Estou de vez em quando por aqui

Número de Mensagens : 72
Idade : 37
Data de inscrição : 18/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por pandora77 em Seg Maio 31, 2010 8:46 am

Tou sem palavras.
Emocionante.

Parabéns ao seu marido e sua mãe pelo apoio que lhe deram Very Happy

Me surpreendo com as atitudes de robô e, posso até dizer, malvadas de determinados profissionais.

pandora77
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 4041
Idade : 39
Data de inscrição : 14/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Djane Senna em Seg Maio 31, 2010 10:09 am

Ai, Dana! Que bom mesmo q vc conseguiu seu parto normal, pena não ter sido humanizado como todas nós desejamos! Aqui também passei por essa mesma (vamos dizer assim ) discriminação, hoje em dia parece que é crime vc passar da data do parto e não querer cesariana. Pena terem separado vc da sua pequena, na hora do nascimento. Mas q bom que deu td certo, e agora é só curtir a pequeninha. Very Happy

Djane Senna
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1300
Idade : 39
Localização : Manaus Amazonas
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por rozinha em Seg Maio 31, 2010 2:44 pm

Tava ansiosa, querendo saber o seu relato. Parabéns pela Nenagh, pena que não foi exatamente como vc planejou, mas o mais importante é que vcs estão juntas, agora, podendo curtir esse momento mãe-e-filha.

_________________
flower

rozinha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 8251
Idade : 46
Localização : Brasil
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Djane Senna em Seg Maio 31, 2010 3:08 pm

Quem dera que td pudesse ser como a gente planeja....né Dana?
A Dana pelo menos estava com as malas arrumadas...e eu q fiquei sem nada no hospital por pelo menos umas 02 horas, e a helena tbm...

Djane Senna
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1300
Idade : 39
Localização : Manaus Amazonas
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por neni em Seg Maio 31, 2010 4:21 pm

Dana é muito bom ler o seu relato apesar de já saber o meu marido ficou
de boca aberta pois tinha contado só uma parte e ai vc descobriu se
o hospital aplicou alguma vacina bjs mil e parabéns de novo.

neni
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 3537
Localização : maua
Data de inscrição : 08/05/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Djane Senna em Ter Jun 01, 2010 11:50 am

Dana, pelo amor de deus me dê noticias suas, o presente da Nenagh ainda está aki pq estou em duvida se mando ou se troco por um nº maior...Quero saber se o pé dela é grande, se os sapatinhos já estão dando...

Djane Senna
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1300
Idade : 39
Localização : Manaus Amazonas
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Djane Senna em Ter Jun 01, 2010 11:55 am

Tive q dedurar o presente para não correr o risco

Djane Senna
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1300
Idade : 39
Localização : Manaus Amazonas
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Dana em Ter Jun 01, 2010 5:11 pm

Meninas, perdoem o sumiçoo!! rsssss

Ficamos fazendo as coisas "legais" do nascimento ontem e hoje, tivemos que ir registra-la, inclui-la no plano de saude.. enfim.. Agora acho que volto pros eixos! Razz

Vamos voltar e repsonder as perguntas né!!


@Boadrasta: Matou minha curiosidadeeee... hihihihihi.. Very Happy Dos sapatinhos que voce mandou ainda estamos usando os menorzinhos (tam 2) e ficam larguinhos! No fim das contas a pequena acabou ficando com os tamanhos de RN, saimos do hospital com 3,168, então as roupinhas ainda estao servindo! (E os micro pezinhos seguem o corpinho no tamanho!)

E qto ao hospital, nem me fale de ficar sem roupas.. Só de lembrabr do periodo que me deixaram enrolada num lencolzinho, vestida com aquela camisola azul nojenta, tomando banho no meu proprio sangue.. ARGH! Eu imagino como vc deve ter ficado querendo suas coisas.. Nao via ahora de ir pro quarto, tomar um banho morno e colocar meu pijaminha...

@Char: Nao deram NENHUMAAAA vacina na Nenagh, acredita? Nem bcg, nem hepatite.. A pediatra veio dizendo que eles nao prestam esse servico por la... Hunf... Estamos aguardando a consulta com o pediatra na sexta e ai ja tomamos logo..

@Claudinha: O sangramento na hora do parto era porque ela ja estava nascendo! Smile O trabalho de parto segue sempre sem sangue (no maximo só devem sair um pouquinho de corrimento sanguinolento).. Eu entrei em panico por isso, vi o sangue e achava que nao estava totalmente dilatada ainda, entao achei que tinha algo errado! A Betina queria que a gente ficasse em casa porque dava tempo de ela chegar ate aqui e fazer parto domestico, mas meu marido nao entendeu a mensagem e foi uma falta de comunicacao só! rsss (E fala pro marido que o meu marido rachou o bico com o comentario dele.. hauahua Homensa... hihihi Shocked )

@May: A Nenagh nasceu pesando 3,468 kgs (embora o US que fizemos uns dias antes tivesse calculado peso de 3,680!), medindo 46 cms (contra 48 cms do US) e ocm perimetro cefalico de 34 cms.. Saimos do hospital com ela pesando 3,168 kgs! Espero que tenha ajudado a aumentar sua coragem pro PN! Very Happy

@Pandora: Eu tbm fiquei p. da vida com a lesbica frustrada que veio me atender na ambulancia.. rs Eles comecaram com a frustracao toda, e a medica do hospital superou expectativas no quesito "falta de calor humano".. Vou mandar uma senhora carta pra esse hospital, nao so sobre a medica mas sobre o tratamento geral durante o parto... Ao menos eu ponho isso pra fora, nao?

_________________

Madrinha do Ursinho n.2 da Lilix que por aí vem!Very Happy

Dana
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1797
Idade : 31
Localização : são paulo, sp
Data de inscrição : 02/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Djane Senna em Ter Jun 01, 2010 5:21 pm

Dana escreveu:Meninas, perdoem o sumiçoo!! rsssss

Ficamos fazendo as coisas "legais" do nascimento ontem e hoje, tivemos que ir registra-la, inclui-la no plano de saude.. enfim.. Agora acho que volto pros eixos! Razz

Vamos voltar e repsonder as perguntas né!!


@Boadrasta: Matou minha curiosidadeeee... Espero então que use bastante o presentinho! É um sapatinho nº01!Enviei por sedex para ser mais rápido! hihihihihi.. Very Happy Dos sapatinhos que voce mandou ainda estamos usando os menorzinhos (tam 2) e ficam larguinhos! No fim das contas a pequena acabou ficando com os tamanhos de RN, saimos do hospital com 3,168, então as roupinhas ainda estao servindo! (E os micro pezinhos seguem o corpinho no tamanho!)

E qto ao hospital, nem me fale de ficar sem roupas.. Só de lembrabr do periodo que me deixaram enrolada num lencolzinho, vestida com aquela camisola azul nojenta, tomando banho no meu proprio sangue.. ARGH! Eu imagino como vc deve ter ficado querendo suas coisas.. Nao via a hora de ir pro quarto, tomar um banho morno e colocar meu pijaminha... Aff, fizeram isso com vc tbm??? Eu estava agoniada

...

Djane Senna
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1300
Idade : 39
Localização : Manaus Amazonas
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Djane Senna em Ter Jun 01, 2010 5:24 pm

Que hospital foi esse, dana?

Djane Senna
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1300
Idade : 39
Localização : Manaus Amazonas
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário da Mamãe Dana :)

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:32 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 22 de 24 Anterior  1 ... 12 ... 21, 22, 23, 24  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum