NFP-Brasil
Seja bem vindo ao NFP-Brasil!!!

Nosso forum esta no momento de ferias!
Obrigada!

Team NFP-Brasil

32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por Rosangela em Dom Out 03, 2010 4:59 pm


Meninas, achei esse material no site e-family e achei super bacana. Por isso quero compartilhar com vcs.

Bjs.

Um time de especialistas esclarece as principais dúvidas sobre esse momento de tanta intimidade entre mãe e filho

1) Por que devo começar o banho lavando a cabeça? O bebê não passará frio?
Devemos começar o banho pelos cabelos por uma questão de higiene. O couro cabeludo é um dos lugares onde a sujeira mais gosta de ficar. Ao lavá-lo por último, ela passará pelo corpo do bebê que já está limpo. Começando pelos cabelos, você não corre esse risco.

Antigamente, era recomendado embrulhar o bebê em uma toalha, lavar o rosto e o cabelo e só depois colocá-lo na banheira. Mas algumas maternidades e especialistas notaram que isso é muito trabalhoso, principalmente para os pais de primeira viagem. E sugerem que você inicie pela cabeça, mas já com o bebê na banheira. Mantendo o local do banho aquecido – portas e janelas fechadas –, o bebê não passará frio. E não demore para retirá-lo da banheira.

2) É preciso lavar a cabeça do bebê todos os dias?
Como os recém-nascidos ainda podem ter fragmentos do parto, sim, o indicado é lavar todos os dias. Crostinhas que costumam aparecer no couro cabeludo também precisam ser eliminadas. Passe um pouco de óleo antes do banho para amolecer e ela saíra na lavagem. Pode demorar alguns dias para sair tudo – isso é normal. Depois do primeiro mês, em dias muito frios, você até pode deixar o cabelo fora do ritual. Mas apenas se observar que ele está limpo, sem restos de leite, comidinhas, pomada...

3) Faz mal não trocar a água da banheira durante o banho?
Para os médicos, não há problema em deixar o bebê sem enxágue. A explicação é simples: eles não possuem tanta sujeira a ponto de comprometer a água do banho, mesmo levando em conta os cabelos. Mas isso só vale se os pais fizerem uma boa higiene nas partes genitais antes de colocar o bebê na banheira. O objetivo é não contaminar a água com restos de fezes e urina. Sobras de leite e papinhas também devem desaparecer. Outra dica é usar pouco sabonete. E, se a criança golfar, defecar ou urinar durante o banho, nada de preguiça: limpe, troque a água da banheira e inicie tudo novamente.

Quando o bebê começa a engatinhar e tiver acesso a toda a sujeira do chão, o banho muda: você deixa o chuveirinho ligado e o ralo da banheira aberto, assim a água é trocada. E, no final, pode enxaguar o bebê.

4) Que tipo de sabonete usar?
Os mais populares são os dois em um, específicos para bebês, usados como sabonete e xampu. Eles são suaves, tem cheiros deliciosos e são oferecidos por várias marcas de produtos infantis. Mas não são uma unanimidade. Os dermatologistas preferem os sabonetes neutros de glicerina, apresentam menos riscos de alergia. Você pode usar um ou outro para ver qual é o melhor. Mas atenção: use apenas produtos específicos para bebês. Continuar com o mesmo que foi usado na maternidade pode ser uma boa ideia. Afinal, seu filho já tomou pelo menos dois banhos com ele. Converse com as enfermeiras: se não ocorreu nenhuma alergia, vá em frente.

5) Qual o melhor lugar para dar banho?
É aquele em que você consegue montar a banheira, tem espaço de manobra para dar o banho e, se possível, ainda consegue organizar todo o material de troca de roupa. Pode ser no próprio banheiro. Principalmente se sua banheira for do tipo que vem com trocador – você tira o bebê da água, enrola em uma toalha e abaixa a tampa. Ou improvisa um trocador em cima de um armário baixo ou sobre a pia – e tome muito cuidado com o recém-nascido! Outra opção, um pouco mais trabalhosa, é levar a banheira para o quarto. Você também pode limpá-lo no banheiro e trocá-lo no quarto, dependendo da temperatura do dia. O importante é observar se os locais escolhidos não exigirão que você fique curvada, o que prejudicará sua coluna ao longo do tempo.

No frio, e se o bebê tiver mais de dois meses, é possível usar um aquecedor. Espere o ambiente atingir 24, 25 ºC e desligue.

6) Qual o melhor momento para o bebê tomar banho?
O horário em que os pais estão mais disponíveis e descansados é sempre o melhor. O banho é um momento de interação da família, de grande prazer para o pequeno e até de checagem geral, já que você poderá observar todo o seu corpinho. Precisa ser delicioso. Escolha uma hora calma, sem compromissos agendados. Isso vale para qualquer pessoa que vá fazer a higiene, incluindo parentes, babás e empregadas. Deve-se tentar dar o banho no horário mais quente do dia e por volta do meio-dia nas épocas mais frias. Em outros meses, você escolhe. Deixar o banho para noite é uma boa opção, já que o bebê se acalma e dorme tranquilo.

7) Posso dar mais de um banho por dia?
Não há uma regra, principalmente no Brasil, onde a temperatura muda muito conforme a região. É necessário apenas um. Mas em locais muito quentes, como o Nordeste, pode ser necessário um segundo e até um terceiro banho. Dependendo da quantidade de golfadas da criança, da bagunça com a papinha e do tempo que ele ficou se arrastando/engatinhando no chão, pode ser preciso voltar para a banheira. Mas atenção: dê apenas um banho com sabonete para não correr o risco de ressecar a pele. Os outros são apenas água e carinho. Banhos fazem milagres com bebês irritados...

Preciso dar banho todos os dias?
Não somos europeus. Com nossa temperatura média, o ideal é tomar banho todos os dias. Mas recém-nascidos não se sujam, não suam. Em dias muito frios – e também naqueles mais atrapalhados –, não há nenhum perigo em pular o banho desde que você faça uma versão de gato antes de dormir: limpe os genitais, passe lenço umedecido ou algodão com água nos pezinhos, nas mãozinhas, no pescoço. E coloque uma roupa limpa. Bebês maiores também podem passar por isso se não foi um dia muito sujo...

9) Qual é a temperatura correta para a água do banho?
O ideal é que ela esteja entre 36 e 37 ºC. Como saber? Ou você compra um termômetro específico para banheiras ou faz como a maioria dos pais: coloca o antebraço na água e calcula se está adequada, isto é, morna. Esse “adequada” pode variar conforme a temperatura do dia, ser mais quente em dias frios e vice-versa. Com o tempo, você descobrirá que seu bebê tem preferências. É só observar em qual temperatura ele parece mais calmo. E não se preocupe, pois o bebê avisa o que sente: se a água estiver muito quente, ele vai chorar assim que molhar os pezinhos – você deve colocar o bebê na banheira começando pelos pés e não pelo bumbum. Quando a água está muito fria, sua boquinha ficará acinzentada. Atenção: verifique sempre a temperatura da água antes de colocar o bebê na banheira! E não faça banhos longos, pois a água esfria.

10) Qual a quantidade ideal de água?
É um assunto capaz de deixar os pais tensos. Água demais pode fazer o bebê se assustar e você perder o controle em manter sua cabecinha fora de perigo. E água de menos pode fazê-lo passar frio. O ideal é colocar água até que, com o bebê deitado em seus braços, ela fique na altura do umbigo. Com o tempo e conforme o bebê crescer, você ficará mais seguro e pode achar outro nível mais agradável para os dois.


11) Como devo lavar a banheira?
Depois de alguns banhos, a banheira pode apresentar uma crostinha de gordura. Isso é normal, mas se organize para lavar esse acessório uma vez por semana, pelo menos. Use a parte amarela da esponja, sabonete neutro ou detergente. Não utilize álcool, que pode comprometer o material da banheira.

12) Posso colocar brinquedos na banheira?
Como o banho é uma hora divertida, eles são ótimos acessórios. Podem entrar em cena lá pelo quarto mês, quando o bebê já é capaz de brincar com eles. Bichinhos, livros e copinhos fazem o maior sucesso. Mas fique de olho na segurança e na higiene. Nada de peças pequenas. Os objetos devem ser de plástico, com selos de segurança e de fabricantes conhecidos.

13) Quando começo a usar o chuveirinho?
Não há nenhum problema em usar o chuveirinho já na banheira. Mas com recém-nascidos isso requer segurança dos pais e espaço para manobras. O bebê pode adorar... ou ficar muito assustado. Teste antes a temperatura da água – lembre-se de que um jato de água é diferente da água parada da banheira. Se possível, regule a potência do jato para ficar mais agradável para a pele sensível do pequeno. Para agradar a criançada, existem bocais de chuveirinhos em formatos divertidos, como bichinhos.


14) A partir de quando posso usar xampu e condicionador?
Não há a necessidade de usar esses produtos em recém-nascidos. Os sabonetes específicos para crianças são capazes de higienizar de forma correta o corpo e o cabelo do bebê. E, nessa fase, quanto menos química entrar em contato com ele, melhor. O xampu pode ser usado depois dos 6 meses. Deve ser destinado ao público infantil, neutro e com o mínimo de corantes e perfumes. Use bem pouquinho. Condicionadores ficam para mais tarde, com cerca de 2 anos, quando o cabelo crescer e se realmente necessitar de um produto para deixá-lo mais maleável. Outra opção, também para mais tarde, são os xampus dois em um, que já contêm uma quantidade de condicionador. É uma ótima ideia para crianças que não gostam de lavar a cabeça – o ritual fica mais rápido.


15) Posso usar secador no cabelo do bebê?
A tentação de usar esse acessório quando o dia está frio é muito grande. Seja para ajudar o ambiente a ficar mais aquecido – ele atua como um aquecedor –, seja para realmente secar o cabelo do bebê. Nem pense nisso antes dos 6 meses. O ar quente pode agredir a pele do seu filho e você nem notará isso. Depois, ele pode ser usado para secar o cabelo. Mas a temperatura deve ser morna, e a distância entre um e outro, maior do que 50 centímetros. O processo precisa ser muito rápido, apenas para tirar o excesso de água dos fios.


16) Devo usar um tapete antiderrapante ou acessórios de apoio na banheira?
Precisar mesmo, não precisa. Basta segurar o bebê da forma correta durante o banho e ele estará bem. Mas, enquanto algumas pessoas acham que é mais um item para atrapalhar as manobras do banho, outras preferem utilizar acessórios dentro da banheira para aumentar a sensação de segurança. O tapete antiderrapante, como diz o nome, é um tapetinho geralmente de borracha, cheio de relevos, que impede o bebê de escorregar no fundo liso da banheira. O apoio é feito de plástico e possui uma inclinação imitando a posição que o bebê ficaria em seus braços. Pode ter um fundo antiderrapante e ventosas nos pés. Os dois devem ser higienizados com sabonete ou detergente neutro para evitar o acúmulo de sujeira. Usá-los ou não é uma questão de gosto.


17) Posso usar bucha na hora do banho?
Não há a necessidade de usar buchas em crianças, a não ser quando elas são maiores e as brincadeiras resultam em sujeiras mais pesadas. Geralmente água e sabonete dão conta do recado. Mas as buchas podem aparecer no banho como um elemento lúdico e calmante. Existem versões infantis bem divertidas e coloridas – algumas em formas de luvas – que se transformam em um brinquedo dentro da banheira. E o contato macio com a pele do bebê pode acalmá-lo. Procure comprar buchas muito, muito macias, específicas para bebês e de marcas conhecidas. E, na hora de usar, muito controle na força que você coloca na mão.


1 É melhor secar o bebê com toalha ou toalha-fralda?
A toalha-fralda – uma toalha revestida de tecido de fralda em um dos lados – é mais adequada. Supermacia, geralmente possui um capuz e tem o tamanho certo para bebês. Você pode improvisar usando uma toalha comum macia e colocando uma fralda de tecido por dentro. Caso não tenha a fralda, separe uma toalha de qualidade, bem felpuda e com boa capacidade de secagem. Importante: depois de enxugar o bebê, tire-o de cima da toalha úmida. Muitos pais esquecem de fazer isso, trocam o bebê e no final descobrem que a roupinha está úmida.


19) Para hidratar, é melhor usar cremes hidratantes ou óleos?
Geralmente os bebês não precisam de nenhum dos dois, a não ser em casos específicos, como morar em regiões muito frias ou apresentar a pele ressecada – alérgicos são mais suscetíveis ao problema. Mas nossa cultura valoriza esses produtos e seus aromas. Os dois funcionam de maneira diferente: o óleo forma uma película protetora sobre a pele, impedindo a perda de água. O creme hidratante possui substâncias que penetram na pele garantindo a hidratação. Se o objetivo é hidratar, o creme é melhor. Ele precisa ser neutro, específico para crianças. O ideal é passá-lo até três minutos após o banho para não reduzir seu efeito.


20) Posso colocar óleo na água da banheira?
Sim, pode, mas use óleos para crianças. Nada de utilizar produtos destinados aos adultos. Eles não possuem as mesmas substâncias. O infantil possui menos química em sua composição. Cuidado também com o cheiro: alguns, em contato com a água quente, podem ser irritantes para o bebê. Por outro lado, existem aromas que ajudam o bebê a se acalmar. Prefira as versões mais suaves. Coloque três ou quatro gotas na água apenas. Elas serão capazes de hidratar a pele do bebê. Por isso, não passe hidrante depois.


21) Qual o perigo de usar produtos para adultos em bebês?
Pele e cabelos de adultos e crianças têm necessidades diferentes. O bebê ainda está em formação e o adulto precisa de manutenção. Por isso, nossos produtos possuem mais química em sua composição, o que aumenta tremendamente o risco de alergias se uma criança usar. Sem falar que, ao compartilhar o mesmo creme com um adulto, ela pode entrar em contato com bactérias e apresentar infecções. Já os produtos infantis são feitos com matérias-primas seguras, hipoalergênicas, e passam por testes dermatológicos. Procure sempre as versões de fabricantes conhecidos.


22) Até quando posso usar os produtos que limpam o corpo e o cabelo sem prejudicar a higiene do meu filho?
Os sabonetes líquidos que atuam como xampu, populares em maternidades e entre os pais de recém-nascidos, tem uma composição perfeita para a pele do bebê: são suaves e com aromas delicados. Eles podem ser usados sempre, até por crianças maiores quando a sujeira não é excessiva. Mas, depois dos 6 meses e dependendo da quantidade de cabelo que a criança possui, um xampu feito com substâncias apropriadas para os fios pode dar mais conta do recado.


23) É melhor usar sabonete líquido ou em barra?
O sabonete líquido é melhor. A versão em barra geralmente possui mais substâncias químicas justamente para ele endurecer. E ainda agregam mais conservantes e corantes. Como não precisam ficar sólidos, os sabonetes líquidos levam menos químicas e ainda podem conter mais hidratantes e emolientes. E possui pH neutro, o que é menos irritante para pele sensível do pequeno. Além disso, o sabonete em barra fica o tempo todo em contato direto com mãos, saboneteiras, prateleiras, banheira. As chances de serem contaminados são grandes. O líquido fica mais protegido dentro do frasco.


24) Duas crianças pequenas podem dividir o mesmo sabonete?
Não há problema algum em duas crianças dividirem o sabonete, independentemente da diferença de idade entre elas. Principalmente se o produto usado estiver na versão líquida. O banho fica mais divertido! O importante nesses casos é escolher sabonetes especificamente infantis. E, no caso da barra, garantir que areia, sujeira e cabelos não fiquem grudados nele. Ensine as crianças a “lavá-los” com água até eles ficarem “limpinhos”.


25) Posso usar sabonetes antibacterianos em bebês?
Os sabonetes antibacterianos prometem eliminar bactérias e criar uma barreira de proteção contra elas. Justamente por isso, possuem ingredientes em sua fórmula que podem ser muito agressivos para a pele sensível do bebê. O uso é indicado apenas para crianças maiores e somente se ela apresentar algum tipo de infecção na pele. Mesmo assim, ele precisa ser indicado por um pediatra. Para o dia a dia, qualquer sabonete neutro e água são capazes de levar germes, bactérias e vírus embora.


26) Bebês gêmeos podem tomar banho juntos?
Sim! Vai ser uma delícia para os pais observar os bebês na água. E um enorme prazer para as crianças. Banhos em conjunto vão aumentar ainda mais o vínculo entre os dois. Mas experimente essa brincadeira apenas depois que eles sentarem, sem correr grandes riscos de deslizarem para debaixo da água. A banheira deve estar firme e em um local que permita manobras para lavá-los. Você precisa ter espaço para alcançar os dois bebês. Por isso, o ideal é ter outra pessoa por perto para ajudar a vigiá-los e na hora de enxugar e trocar. Colocar a banheira em cima da cama de casal nesse dia pode ser uma ideia. Só tome cuidado para isso não virar uma rotina. Suas costas irão sofrer...


27) Posso dar banho na minha banheira?
Não existe nenhuma contraindicação, mas seja coerente com a idade da criança. Dar banho em um recém-nascido que não tem nenhuma firmeza no corpo pode ser bem difícil em uma banheira grande e baixa. Mesmo se você entrar junto com ele, existe o perigo de os dois escorregarem. Melhor esperar a criança ficar mais firme, sentar. Ela vai adorar, pensando que aquilo é uma piscina! Leve brinquedos, pingue gotas de óleo infantil para a água ficar cheirosa e se divirtam. Nem pense em ligar a hidromassagem! Isso assusta o bebê e a velocidade do jato de água pode machucar sua pele. Espere ele crescer para apresentar essa nova brincadeira.


2 É melhor um banho de balde ou de banheira? Posso usar qualquer balde?
Não existe um banho melhor. O importante é a família se sentir confortável com a opção escolhida. O tradicional banho de banheira é mais fácil. E o acessório vai acompanhar a criança por mais tempo. Já o balde é usado enquanto o tamanho do bebê permitir, geralmente até os 6 meses de idade. No caso de recém-nascidos, é necessário a presença de dois adultos: um para segurar e outro para dar o banho em si. Conforme o bebê fica mais firme, uma pessoa só consegue limpá-lo. Basta colocar água entre 37 e 38 ºC até a altura do pescoço do bebê. Atenção: jamais tire os olhos dele!

Existe no mercado um balde próprio para esse tipo de banho. É feito de plástico atóxico, sua base é antiderrapante e ele possui um centro de gravidade que permite estabilidade e segurança no banho. Mas ele é caro – sai, em média,120 reais. Se quiser usar um balde comum, procure um produto que tenha alça reforçada, borda larga e capacidade entre 15 e 18 litros de água.

Especialistas dizem que o banho de balde pode ser mais relaxante, já que imita o ambiente intrauterino, melhorando a agitação, a insônia e as cólicas. Na prática, vale observar o que o seu bebê prefere.


29) Existe algum problema em usar o chuveirão em bebês?
O chuveirão não é indicado para os recém-nascidos. A velocidade da água pode machucar sua pele sensível e o barulho pode assustar o bebê e deixá-lo agitado. Espere quando ele completar 8, 9 meses para experimentar a novidade de preferência no seu colo. Não há diferenças higiênicas entre dar banho de chuveirão ou de chuveirinho. Mas em algumas situações – em hotéis, por exemplo - essa pode ser a única opção viável. Apresente o chuveirão com calma, brinque com a água enquanto o bebê se acostuma. Tome muito cuidado ao passar o sabonete, pois o corpinho do bebê ficará liso e pode deslizar nos seus braços. Segure bem firme e vá jogando água para enxaguar. Não coloque o bebê inteiro embaixo do chuveirão, pois ele ficará muito assustado e ainda há o risco de afogamento.


30) Crianças podem tomar banho de ofurô?
Sim. O ofurô para bebês nada mais é do que um balde – ou uma banheira, dependendo do formato e tamanho escolhido – feito de madeira. As vantagens são as mesmas: o bebê fica encolhido e quentinho, como se ainda estivesse no útero da mãe. Valem as mesmas regras de segurança do banho de balde: até o bebê ficar firme, é preciso dois adultos para dar o banho. A água deve estar na altura do pescoço – ou do umbigo se escolher um formato de banheira – e com a temperatura entre 37 e 38 ºC. Converse com o fabricante sobre como realizar a higiene do ofurô.


31) Quando meu filho estará preparado para tomar banho em pé?
Isso varia muito de criança para criança. Geralmente, com 18 meses, ela já consegue ficar bem firme em pé. E tentará ficar nessa posição dentro da banheira. É hora de colocar o acessório no chão para o banho ser mais seguro e dar o banho no bebê com o chuveirinho. Ele vai adorar. Coloque um tapete antiderrapante na banheira ou no chão do chuveiro: a criança nessa fase pode escorregar no chão liso. Deixe sempre um braço livre para ajudá-la a se manter firme. Se quiser tomar banho com ela, o ideal é sentar em um banquinho de plástico para não prejudicar suas costas.


32) Por que não devo usar talco?
No passado, ele era praticamente o símbolo da chegada de um bebê. Mas o tempo mostrou que o talco é um vilão. Quando passamos no bebê, ele produz uma névoa que é aspirada pela criança e pode causar e piorar problemas respiratórios e alérgicos. Os pediatras proíbem terminantemente. Além disso, o talco resseca a pele. Se o objetivo é deixar o bebê cheiroso, invista em um bom hidratante infantil ou em gotinhas de perfume na roupa dele.

Fonte: Site e-family
avatar
Rosangela
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1445
Idade : 41
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 27/04/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por neni em Dom Out 03, 2010 6:34 pm

Ro muito boa as informações adorei.
avatar
neni
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 3537
Localização : maua
Data de inscrição : 08/05/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por lilix em Dom Out 03, 2010 10:27 pm

@Ro: boa info!

Em relacao ao balde, estou super satisfeita. No comeco para dar banho sozinha na Lulu era dificil, mas depois ficou super facil e ela adora..!!
avatar
lilix
Admin

Número de Mensagens : 5725
Idade : 38
Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por Rosangela em Seg Out 04, 2010 4:43 am

Meninas que bom que vcs gostaram!
Eu achei prático e me agregou bastante informação.Smile

Lilix..
Eu sou super adepta ao baldinho, mas várias pessoas me disseram uqe pra dar banho é complicado, o objetivo do baldinho é para relaxar o bebê como num ofuro...Dai não pra não arriscar a ter dificuldades em dar banho eu também comprei a banheira tradicional com suporte pra me ajudar...
Mas não vejo a hora de usar...
Inclusive como ela nascerá no verão. A minha idéia é senpre usar pra refresca-la também...Smile

Vc começou a dar banho na Lulu depois de quanto tempo??
avatar
Rosangela
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1445
Idade : 41
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 27/04/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por carlinha em Seg Out 04, 2010 9:48 am

A Beatriz amou o baidinho, mas eu preferi não comprar. O de uma amiga ficou uns dois meses comigo pra fazer com que ela relaxasse um pouco e funcionou até o quarto mês, depois não mais. Ela não parava quieta ali, ficava querendo se mexer, não cabia direito...rsrsrrsrs...

avatar
carlinha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1188
Idade : 33
Data de inscrição : 25/08/2009

Ver perfil do usuário http://tinotilim.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por rozinha em Seg Out 04, 2010 2:28 pm

Puxa, muito bom o artigo!

_________________
flower
avatar
rozinha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 8251
Idade : 47
Localização : Brasil
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por lilix em Ter Out 05, 2010 12:49 am

@ro: tive que aprender a usar sozinha na marra. A gente nao comprou banheira. Acho que qdo o marido voltou a trabalhar, ou seja, depois de uma semana do parto, tive que aprender... Eu coloco a Lulu sentada de frente para mim, pingo umas gotas de sabonete liquido na agua e deixo ela ali um pouquinho, depois com uma mao viro ela de costas e lavo as partes intimas, o pescoco, o cabelo.. Da certo.. No comeco da um pouco de inseguranca, mas depois vc domina. Wink
avatar
lilix
Admin

Número de Mensagens : 5725
Idade : 38
Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por Rosangela em Ter Out 05, 2010 4:44 am

Lilix que gostoso...
Eu não vejo a hora de usar..
Eu estou indicando pra várias amigas com base no depoimento de vcs..
a LuLu esta linda!! Qjue Deus a abençõe poderosamente!!Smile
avatar
Rosangela
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1445
Idade : 41
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 27/04/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por pandora77 em Ter Out 05, 2010 8:13 am

Eu adorei. Li que o bebe perde muito calor pelas extremidades, por isso a cabeça deveria ser logo enxuta.
avatar
pandora77
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 4041
Idade : 40
Data de inscrição : 14/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por Anninha em Ter Out 05, 2010 10:12 am

Rosangela, sua foto está linda!
Olha, eu sempre achei o banho tranquilo, nunca achei difícil, como tanto fazem alarde. Sempre dei em banheira com suporte. Hj em dia, a Luana toma banho sentadinha, brincando com uns brinquedinhos de borracha. Tenho que deixar sempre um pano de chão perto, pois ela bate pernas e braços, acaba molhando la fora.
avatar
Anninha
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1110
Idade : 37
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 12/09/2009

Ver perfil do usuário http://anninha-fla.blogspot.com/   e   http://aflavorita.blogspo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por Rosangela em Ter Out 05, 2010 10:46 am

Anninha, obrigada querida..
Eu também acho que não vou ter problemas. Na verdade quando comprei o baldinho foi com a idéia de relaxar o bebê priincipalmente quando ocorrer as cólicas..

Não a hora te ter a experiência de dar banho na minha filhinha..Smile
avatar
Rosangela
Aqui é como minha casa

Número de Mensagens : 1445
Idade : 41
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 27/04/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 32 perguntas e respostas sobre cuidados com o bebê

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum